Episódio #01

No episódio de hoje: Fizemos a apresentação da mesa que estará à frente desse podcast sensual, além de fazer uma jornada em como foi nosso processo de autodescoberta e aceitação da bissexualidade.

Também apresentamos o Bi-Fi, a sessão em que daremos dicas de conteúdo para ficar de olho! E já temos as primeiras indicações, segue o fio:

Cammys deu a dica de duas sérias: uma da Netflix chamada “Eu Nunca”, série que acompanha a vida de Devi, uma jovem de descendência indiana que acabou de perder o pai e navega pela adolescência tentando arrumar um namorado. “Motherland: Fort Salem”, uma série de fantasia distópica que acompanha o treinamento de 3 bruxas de Salem que se preparam pra defender a nação de ameaças terroristas, e pode ser encontrada em “sites pipoca”;

Zé indicou as duas séries de Avatar, “A lenda de Aang” e “A lenda de Korra”. Na série em que Aang é o avatar, ele passa cem anos desaparecido e, quando retorna, o mundo está em guerra e a sua missão é aprender a dominar os elementos (água, terra e fogo) que ainda não conhece para trazer a paz e o equilíbrio de volta ao mundo. Já em Korra, os conflitos são diferentes. Existe a necessidade de reconexão com o mundo espiritual e com o sentido de ser Avatar, mas, em meio à paz, o caos também pode ressuscitar e Korra precisa ser forte para passar por todas as adversidades como a atual avatar. Ele também ressaltou a importância de dar muito amor ao Appa e se apaixonar pela construção de todos os personagens da série. A segunda indicação foi o livro “Um milhão de finais felizes”, do autor fluminense Vitor Martins. A história é de Jonas, que tem várias ideias, guardadas em seu caderninho de bolso, para escrever livros e realizar o sonho de ser um escritor. Em meio a tudo, tem que lidar com os pais religiosos e o conservadorismo deles. Mas, como nem tudo é desgraça, conhece Arthur, que o inspira a finalmente tirar as ideias do caderninho, já que foi ele quem levou o coração de Jonas com sua barba ruiva.

E, para encerrar, Becky indicou a série animada “O príncipe dragão”, que também é uma série original Netflix, por ser perfeita e dirigida pela mesma equipe que criou as séries de Avatar. Dessa vez, temos um mundo dividido entre humanos e seres mágicos, após os humanos quebrarem as leis da natureza por pura inveja — já que não tinham a capacidade de usar magia. Agora, eles podiam usar, mas o preço era a vida dos seres mágicos! Como se não bastasse, o rei humano mata o Rei Dragão e destrói o ovo de seu único herdeiro, criando um ódio que parece transcender a tudo… até que os jovens príncipes descobrem algo fascinante, que pode mudar tudo!

E, como segunda indicação que pode ser cheio de lágrimas e gatilhos emocionais, Becky indicou a leitura de “Meu Querido Ex”, do autor Juan Julian, que ainda pode ser encontrado em e-book na Amazon, mas que logo ganhará uma edição impressa e uma continuação, para a alegria de todes! A história é sobre o protagonista escrevendo cartas para o seu ex, aprendendo a pôr as dores para fora, relembrando todas as feridas de maneira extremamente sensível, crua e dolorosa. Você sofre com ele e, com certeza, lembra das próprias experiências.

Não esqueçam de seguir o Bisão Voador nas redes sociais: @bisaopodcast no instagram e no twitter.

Entrem em contato conosco para deixar alguma dúvida, um xero ou uma sugestão no e-mail: bisaopodcast@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s