Episódio #03

No episódio de hoje: Conversamos com Becky e com Bruna sobre as vivências da maternidade, assim como medos e inseguranças. Fizemos uma viagem sobre a descoberta de Bruna como uma pessoa não binárie e demos várias gargalhadas com uma participação inesperada.

No Bi-Fi de hoje as dicas foram as seguintes:

Bruna indicou a web comics delu onde, com todas as ferramentas possíveis, elu prova que o marido e o filho são lobisomens. A web comics se encontra no Tapas e você pode acessar aqui: https://m.tapas.io/series/Meu-Marido-Lobisomem

Visitem os perfis e sigam Bruna nas redes sociais: @brunanoraart no Facebook e no instagram. Acessem o portfólio delu em brunanora.com e façam um pedido de ilustração!

Na sequência, Zé indicou o canal de Átila Iamarino que é um biólogo e doutor em microbiologia. Átila tem se dedicado a fazer vídeos e lives no youtube para dar algumas explicações sobre o momento atual de pandemia e quais poderiam ou deveriam ser nossas medidas para passar pela quarentena e pelos problemas que o coronavírus tem gerado.

Becky deu a dica do canal do escritor Juan Jullian, especificamente sobre o vídeo em que ele fala sobre a sua experiência pessoal com a mãe lésbica, algo que pode ajudar diversas pessoas em seus próprios relacionamentos e a quebrar estigmas.

Além disso, indicou a série de livros Maze Runner, do autor James Dashner, uma distopia sobre a humanidade estar sendo aniquilada por um vírus e o que estão fazendo para resolver. (Ela especifica que tem que ler os livros, pois os filmes não abordam muito o tema).

E, para encerrar, Cammys indicou duas séries. A primeira foi “One Day At A Time” que é um sitcom que trata dos dramas de uma família latina nos EUA e de vários contextos étnicos-sociais e de sexualidade com grande leveza e cuidado. Camila lembra que é a série que faz lembrar de sua mãe e afirma que você vai rir, mas também vai chorar muito! A outra série indicada foi “Eu Nunca”. Essa é uma comédia que conta a história de uma jovem indiana adolescente que sonha com o básico da idade: namorar o garoto mais bonito da escola, festas, álcool e sexo. A série tem um grande elenco de pessoas não brancas e também tem aborda temas de sexualidade. Camila salienta que é uma das séries adolescentes mais legais que já viu e lembra que vê séries adolescentes desde “Barrados no baile”.

Não esqueçam de seguir o Bisão Voador nas redes sociais: @bisaopodcast no instagram e no twitter.

Entrem em contato conosco para deixar alguma dúvida, um xero ou uma sugestão no e-mail: bisaopodcast@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s