Episódio #42

Dando sequência ao nosso projeto “LGBTQ+: vidas além do abuso”. E, nessa temporada mais que especial, recebemos Maycon Soares (@mgeissler no instagram e no twitter) e falamos sobre a vivência como gay. Conversamos sobre relacionamentos abusivos, saída do armário, família e cuidados com saúde mental. Lembrando que este projeto segue, então fiquem ligades no que vem por aí!

*PROJETO FOMENTADO COM RECURSOS DA LEI 14.017/2020 — LEI ALDIR BLANC — POR MEIO DA SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA DE FORTALEZA

Olá, Manada Alada! Dando sequência ao nosso projeto “LGBTQ+: vidas além do abuso”, recebemos Renate e falamos sobre não-binariedade. Conversamos sobre referências trans de Vera Verão à Linn da Quebrada. Passamos sobre as duas saídas do armário e tocamos em questões de cuidados com saúde mental. Transviver é transgredir. Cuidem de sues amigues trans. Lembrando que este projeto segue, então fiquem ligades no que vem por aí!

*PROJETO FOMENTADO COM RECURSOS DA LEI 14.017/2020 — LEI ALDIR BLANC — POR MEIO DA SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA DE FORTALEZA

No Bi-Fi de hoje as dicas foram as seguintes:

Zé indicou a série “Nasce uma rainha”. É um reality show em que Gloria Groove e Alexia Twister ajudam jovens com histórias diferentes a encontrar sua drag queen ou seu drag king interior. Além de celebrar a arte performática, o programa acompanha cada um dos aspirantes a drag em sua busca por identidade.

Na sequência, Renate indicou o reality show “Dragula” (The Boulet Brothers’ Dragula: Search for the World’s Next Drag Supermonster). Apresentado pelas drag monsters “The Boulet Brothers”, o programa procura a próxima superestrela drag monster. Atualmente conta com três temporadas.

Por fim, Camila indicou o livro “Ninguém nasce herói” de Eric Novello. Chuvisco vive em um futuro onde o Brasil já não é mais um lugar seguro: o país está sob o comando do Escolhido, um líder religioso que dissemina o ódio contra as mais diversas minorias. Porém, o jovem e seus amigos estão dispostos a tentar mudar sua realidade — por mais difícil que seja. Afinal, ninguém nasce herói. Ela também indicou o livro “Um céu sem estrelas” de Iris Figueiredo. Um romance sensível e envolvente sobre autoestima, família e saúde mental. Cecília acabou de completar dezoito anos, mas sua vida está longe de entrar nos trilhos. Depois de perder seu primeiro emprego e de ter uma briga terrível com a mãe, a garota decide ir passar uns tempos na casa da melhor amiga, Iasmin.

Entrem em contato conosco para deixar alguma dúvida, um xero ou uma sugestão no e-mail: bisaopodcast@gmail.com

Sigam nosso convidado nas redes sociais

Twitter: @coelhonegre

Instagram: @coelhonegre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s