Episódio #48

Olá, Manada Alada! Este é o último episódio do nosso projeto “LGBTQ+: vidas além do abuso”, e, hoje recebemos Melina Milério e falamos sobre a vivência como lésbica. Este papo muito descontraído passou por saída do armário, política, casamento e a necessidade de cuidados com saúde mental, assim como as boas referências dentro e fora da comunidade LGBTQIAP+.

*PROJETO FOMENTADO COM RECURSOS DA LEI 14.017/2020 — LEI ALDIR BLANC — POR MEIO DA SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA DE FORTALEZA

No Bi-Fi de hoje as dicas foram as seguintes:

Zé indicou o podcast Sapa Justa. Um podcast feito por uma lésbica pra todo mundo ouvir. Uma espécie de Talk Show apresentado por Letícia Martins que não é sempre justa mas é sempre sapa. Sobre experiências, representação, cultura, amizades, amor, gatos, aliens do mar e profundezas. Só teremos paz quando LGBTQ dominarem o mundo.

Na sequência, Camila indicou o livro “Parthenon Místico” de Enéias Tavares. Parthenon Místico continua a trama de O Ateneu e conta a origem da Liga Extraordinária Tupiniquim já vista em A Lição de Anatomia do Temível Dr. Louison. Neste prequel, que funciona mesmo sem a leitura do livro anterior, descobriremos quem integrou as duas gerações desta insólita sociedade secreta

Melina fez a indicação do livro “A Menina Submersa” de Caitlín R. Kiernan. É um verdadeiro conto de fadas, uma história de fantasmas habitada por sereias e licantropos. Mas antes de tudo uma grande história de amor construída como um quebra-cabeça pós-moderno, uma viagem através do labirinto de uma crescente doença mental. Um romance repleto de camadas, mitos e mistério, beleza e horror, em um fluxo de arquétipos que desafiam a primazia do “real” sobre o “verdadeiro” e resultam em uma das mais poderosas fantasias dark dos últimos anos. Considerado uma “obra-prima do terror” da nova geração, o romance é repleto de elementos de realismo mágico e foi indicado a mais de cinco prêmios de literatura fantástica, e vencedor do importante Bram Stoker Awards 2013.

Por fim, Becky indicou o canal do Youtube “Nerd show”. Ela também indicou a segunda edição do livro “Fisheye” de Kami Girão. O livro traz a história de Ravena Sombra, diagnosticada aos dezessete anos, desde os primeiros sintomas até a adaptação com a doença. Desde pequena Ravena já demonstrava dificuldade na visão ao se esbarrar nas coisas. Os sintomas foram piorando conforme ela foi crescendo.

Entrem em contato conosco para deixar alguma dúvida, um xero ou uma sugestão no e-mail: bisaopodcast@gmail.com

Sigam nosso convidado nas redes sociais

Instagram: @melinamilerio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s