Episódio #60

Olá, olá, olá, Manada! Em mais um episódio especial do Orgulho na Podosfera, estivemos com pessoas maravilhosas conversando conosco, falando um pouco das suas vivências – tanto pessoais quanto nesse mundo de podcast. E, claro, vieram trazendo dicas quentíssimas para o nosso Bi-Fi!

Rev, do Papo Incerto, mandou a seguinte dica: escutem o podcast dele! Como o nome já indica, é um programa “incerto”, pois o papo é sobre a pessoa convidada. Ou seja, uma enorme variação de conversas, muitas vivências, muitas risadas, muita coisa boa! Corre lá e dá uma ouvida.

Angresson, do Fajuscat, não foi nem um pouco tímido e indicou uma caralhada de coisas incríveis, começando pelos contos do nosso querido Zé, Um conto de Natal e Um novo começo, que são histórias curtas e muito boiolinhas, para quem adora romances clichês que deixam um quentinho no coração. Ele também indicou o conto de Becky, Apatia Escarlate, que se situa na cidade de Fortaleza e conta a história de dois vampiros: um que não aguenta mais estar vivo e o outro que só quer viver. De acordo com ele, reacendeu a sua vontade de consumir conteúdo com vampiros. Outro conto que ele indicou foi o de Lívia Ferreira: Carnaval Amarelo. Segue a sinopse: Margarida entrega um presente à sua filha de 11 anos e resolve lhe contar uma lenda: a boneca Emília acordará de 50 em 50 anos com a seguinte condição: deve ser um dia de carnaval. E mais: ela poderá continuar viva se encontrar o amor verdadeiro. Então, no aniversário de 61 anos de Anastásia, algo inesperado acontece: o carnaval volta à cidade e traz consigo várias surpresas e emoções. Você acredita no poder do amor? Se sim, até onde vai a sua imaginação?

Além dos contos, Angresson também indicou vários canais da Twitch:

Estudio Cusco: https://www.twitch.tv/estudiocusco
Transcurecer: https://www.twitch.tv/transcurecer
Carlos Bennoda: https://www.twitch.tv/carlosbennoda
Gossip John: https://www.twitch.tv/xoxo_gossipjohn

Fernando foi mais contido e resolveu que iria recomendar duas músicas: Levitating, da Dua Lipa, e Hung Up, da rainha do pop Madonna. De acordo com ele, são perfeitas para os momentos em que você está se sentindo para baixo e desanimado com a vida. Coloca as duas para tocar e vai com tudo!

Zé resolveu sair da vibe otaku sujo e sugerir a história Eu acredito em nós, de Thales Eduardo. Segue a sinopse: Ainda jovens, Denis e Rodrigo experimentaram o amor de forma intensa. Só que, mesmo tudo parecendo perfeito, a relação do casal acabou de forma abrupta, deixando marcas em ambos. Agora, algum tempo depois, o destino resolve uni-los uma vez mais. Esse reencontro será decisivo, revivendo sentimentos que estavam adormecidos e as feridas que os dois carregam até hoje.

Becky foi na onda da indicação de nacionais e falou sobre a HQ que havia acabado de ler: Luzia, adaptação da obra Luzia-Homem de Domingos Olímpio por Zé Wellington e Débora Santos. A história se passa durante A Grande Seca que aconteceu no sertão nordestino, e sua protagonista, Luzia, uma mulher forte, determinada e corajosa, tendo que viver no meio desse cenário devastador, sendo assediada por um policial e cuidando dos seus.

Por último, Yago, também se autoindicou, sugerindo que ouvíssemos o seu podcast, Cine Simples, que fala muito sobre cinema, sem ser pedante e metido a cinéfilo cult, e outras questões encaradas nas narrativas dos roteiros dessas obras. Além dessa indicação, teve a do livro Jacarés e lobisomens: dois ensaios sobre a homossexualidade, de Leila Nicole e Heberth Daniel. Segue a sinopse:

Através das experiências dos autores (as minhas?, e de tantos?) do sentido conhecer na pele e da mágoa, a opressão, que intuem compartilhar com tantos que ainda se calam. Se renegam a elaborarem projetos, a “estudar” a sexualidade ou mesmo propostas partidárias, nenhuma evocação a luta… se predispõem “a abrir os portais onde ninguém sofra, não venham a sofrer, as consequências da tragédia ou holocausto de um sexo triste…expondo-nos aqui nestes escritos, a experimentar todas as partilhas viáveis e necessárias para as partidas para a democracia…”

Escrevem sobre a multiplicidade dos sexos, procurando desvendar, derrubar fábulas de um bipartidarismo sexual que confunde sexualidade e genitalidade. Falam dos sexos que tem, que cada um tem: pessoal e intransferível.

E, por último, o reality show Legendary, da HBO, que é sobre competição de Voguing.

Ufa! Quanta coisa boa saiu desse episódio! E é isso, meus amores, não se esqueçam de seguir nosses convidades nas redes sociais e de ouvir ou seguir os respectivos podcasts!

Ah! E, lembrando… somos @bisaopodcast no Instagram e no Twitter!

Entrem em contato conosco para deixar alguma dúvida, um xero ou sugestões no e-mail: contato@bisaopodcast.com

Essa é uma inciativa de dois avatares bissexuais: Becky (@becky_Ardigans no Twitter e no Instagram) e Zé (@zehenrikky no Twitter e no Instagram).

Seja um apoiador do Bisão Voador! Acesse: apoia.se/bisaopodcast

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s