Conta Comigo e a experiência de não estar sozinhe.

Oieee! Eu sou o Zé e venho aqui pra pagar o maior pau do universo sobre o lançamento da minha amiga pessoal e grande autora, revisora, podcaster e todas as coisas que se propõe, Becky Cunha.

Faz um tempo que estamos numa divulgação ferrenha do livro de contos “Conta Comigo” (que você ainda pode adquirir por este link) nas redes sociais, e, finalmente ele NASCEU! Então vamos de resenha!!! VAI TER SPOILER POOOOOOOOOOOOOXA!

AVISO QUE ESTE LIVRO POSSUI ALERTA DE CONTEÚDO SOBRE TRANSTORNOS MENTAIS!

Capa do livro “Conta Comigo” da autora Becky Cunha

O livro começa com o conto “Branca de Neve e Rosa Vermelha”. Num ambiente de amizade entre duas garotas que cursam o Ensino Médio, tudo pode acontecer. Inclusive quando elas são tão amigas que se percebem afastadas o suficiente para perceber o quanto perderam no processo de amadurecimento uma da outra em busca da popularidade na escola. Lety e Caty são super carismáticas e passam por processos independentes de aceitação e reconhecimento, mas percebem o quanto o apoio uma da outra é suficiente para seguir em frente sem ressentimentos.

A segunda história se chama “Um momento de coragem” acompanhamos os pensamentos e sentimentos de um garoto em crise ansiosa. As confusões e a necessidade de focar na respiração para evitar um surto, sua irmã mais nova avisando que a sua comida predileta estava à mesa e seu pai ofegante em seu quarto trazem conforto em pequenas coisas que o fazem perceber que a realidade dura ainda possui símbolos que trazem força e vontade de continuar. Confesso que à primeira leitura, chorei bastante por perceber esse apoio em figuras muito importantes na minha vida como o meu marido. E, mais uma vez, fica muito nítido como Becky tem uma facilidade de nos fazer refletir sobre a vida e as coisas mais simples nos nossos relacionamentos.

O terceiro conto se chama “Um estudo em azul”. Aqui, acompanhamos Ingrid e sua necessidade de ocupar os espaços insones ou os momentos com turbilhões de pensamentos negativos com algo que ela goste. Um passatempo que não precisa ser algo em que ela é boa. Mesmo que seja “medíocre”, ela busca aquilo para fazer as pazes com suas negatividades e tentar ser amena e mais carinhosa consigo mesma. Principalmente agora que ela tem Alex em sua vida e que se considera “emocionalmente estável” e em processo de cura. Essa é aquela história em que percebemos que uma coisa de cada vez pode ser mais que o suficiente para nos levantar, principalmente quando estamos acompanhades de quem nos quer o maior bem.

E é aí que chegamos no último conto. “Conta Comigo” narra a amizade de quatro pessoas que estão em ano universitário e vivem aquele sentimento de que nos unimos por um motivo. Samy enfrenta problemas com depressão e automutilação há um tempo e percebe que o apoio de Lê, Léo e Di é aquilo que ainda a mantém sã e que às vezes se afogar num abraço cheio de amor é o início de algo positivo.

—->E, pra quem leu e não me conhece, eu sou uma mistura de Léo e Di.<—-

Claro que é a primeira vez que vocês me encontram falando sobre livros por aqui, mas já aviso que não será a última!!! Também gostaria de falar que eu estou pontuando este livro com CINCO ESTRELAS no Zé BItchfork. Então corram pra ler e chorar!!!

E é isso aí!!! Quem gostou, bate palmas! Quem não gostou, bate palmas também porque eu demorei muito fazendo isso. Eu hein!?

E não esqueçam de ouvir o Bisão Voador e nos acompanhar nas redes sociais. Beijinho, beijinho, tchau, tchau!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s